Notícias

Segurança privada como meio de prevenção à violência

O gerente administrativo explica que trabalha hoje com 20 clientes em todo o Estado de Goiás e que o atendimento e o acompanhamento a este cliente são o fator diferencial de sua empresa. “Nós mantemos o diálogo com o cliente para que ele se sinta realmente seguro. Nossos 200 profissionais são altamente capacitados e fazem reciclagem a cada dois anos, para sempre manter o alto padrão de qualidade”, esclarece. (Daniela Ribeiro)Com o aumento da violência nas cidades, as pessoas têm optado cada vez mais pela segurança privada, já que o Estado não vem cumprindo o dever de promover a segurança que a população necessita. A empresa Guarda Vigilância, com sede no Jardim Nova Era, em Aparecida de Goiânia, observou essa tendência e completa este mês três anos de existência no serviço de vigilância e segurança armada de eventos e patrimônios.
“A segurança hoje é a prevenção. E é isso que a guarda privada faz. Ela previne a ocorrência de roubo, assalto e demais problemas que possam ocorrer. Hoje, o Estado não está conseguindo garantir a segurança da população, por isso a prestação de serviço da segurança particular está sendo tão necessária. E nosso principal objetivo é garantir a segurança do cliente para que ele possa dormir bem à noite”, enfatiza o gerente administrativo da empresa Guarda Vigilância, Marcos Vinícius de Pina Bueno.
Para ele, a segurança privada ampara o empresário dos riscos e da violência, que hoje é tão crescente em todo o País. “Nós vamos até o local, observamos qual a necessidade e implantamos todo o sistema, que é aprovado pela Polícia Federal. E a vigilância é feita diuturnamente, assim como o monitoramento do trabalho do segurança que fica alocado na empresa. Sempre primando pela segurança do cliente”, sublinha.

Fonte: Diário de Aparecida

Copyright © 2012 Eurosec.

Todos direitos reservados.

Escudo Eurosec