Notícias

'Corri para segurar', diz mãe que teve duas filhas levadas em carro roubado

"Quando eu vi, a roda tava mexendo. Eu imaginei: a caminhonete está andando. Corri para tentar segurar. Mas eu não alcancei. Nisso, eu só escutei arrancar o carro. Aí eu comecei a gritar. Comecei a gritar 'minhas filhas, minhas filhas, minhas filhas'", recorda-se.

A mulher que teve duas filhas, de 1 e 4 anos de idade, levadas durante o roubo à caminhonete da família, em Goiânia, relembrou os momentos de aflição que passou. O crime ocorreu na quinta-feira (20), quando ela deixava a outra filha, de 8 anos, na escola que fica no Setor Jardim América. Agora aliviada, a mãe, que não quis se identificar, conta que ficou desesperada ao perceber o crime.

Segundo a Polícia Militar, a mãe estacionou em frente à escola e deixou as crianças no veículo com a chave na ignição, enquanto levava outro filho até a unidade de ensino. Neste instante, o criminoso se aproximou a pé, entrou no veículo e saiu dirigindo.

O suspeito é um rapaz que aparece em imagens de câmera de segurança (veja vídeo acima). Ele caminhava próximo à escola pouco tempo antes do roubo. Cerca de dez minutos depois, a GM S-10 prata foi encontrada pela polícia, com os vidros fechados e as crianças dentro, em uma rua do Setor Nova Suíça, bairro vizinho onde o roubo ocorreu.

"Eu agradeço muito a Deus por ter tocado no coração desse homem nessa hora e ele não ter feito nenhuma maldade com elas", desabafa.

Após o maior susto pelo qual já passou, a família tenta retomar a rotina. Apesar do que ocorreu, a mulher diz que vai continuar levando as filhas para a escola, mas que a partir de agora, vai redobrar os cuidados.

"É o que eu tenho que fazer. Mas eu tenho que continuar. Não posso parar. Como é que eu vou parar?", desabafa.

Crime

Segundo a Polícia Militar, a mãe estacionou em frente à escola e deixou as crianças no veículo com a chave na ignição, enquanto levava outro filho até a unidade de ensino. Neste instante, o criminoso se aproximou a pé, entrou no veículo e saiu dirigindo.

Um dos representantes da escola, que não quis se identificar, afirmou ao G1 que esta foi a primeira vez que esse tipo de crime foi registrado na unidade. Ele afirmou ainda que a escola tem segurança, mas o vigia não estava no local no momento do roubo.

Quando a caminhonete foi encontrada, as duas crianças permaneciam acomodadas nas cadeirinhas, no banco traseiro, mas estavam assustadas e chorando muito. Elas não ficaram feridas. Ao receber a notícia de que as meninas foram encontradas, a mãe chorou aliviada. “Ela só queria ver as crianças”, conta a tenente da PM Dayanna Souza.

Com imagens registradas por câmeras de segurança de residências e estabelecimentos comerciais da região, a PM já identificou um suspeito do crime e constatou que o homem recebia o apoio de outra pessoa que dirigia um Fiat Palio de cor branca. A polícia tenta agora localizar o suspeito.

Assista o Video (http://g1.globo.com/goias/noticia/2014/02/corri-para-segurar-diz-mae-que-teve-duas-filhas-levadas-em-carro-roubado.html)

Fonte G1

Copyright © 2012 Eurosec.

Todos direitos reservados.

Escudo Eurosec