Euroservices

Sistemas de Proteção Perimetral

Podemos entender como proteção perimetral qualquer dispositivo que de alguma forma impeça, dificulte ou acuse o acesso de pessoas ou animais a uma determinada área.

 

Como podemos saber qual sistema é mais eficiente? Isso depende da finalidade do sistema.

Por exemplo, uma simples cerca de arame farpado pode ser considerada como um sistema de proteção perimetral e pode ser eficiente se a finalidade dessa cerca for impedir que animais como bovinos ou eqüinos possam ultrapassar os limites do pasto.

Se pretendemos proteger o perímetro contra intrusão de pessoas, precisamos pensar em algo mais elaborado que uma cerca, nesse caso, poderíamos utilizar alguma sistemas como:

 

Cerca Eletrificada É um sistema simples e barato, de certa forma eficiente, mas muito perigoso para pequenos animais e para crianças, principalmente em dias de chuva, além de não ser muito preciso na detecção da intrusão, uma vez que um simples galho de árvore que encoste no arame ou uma moita que cresceu e encostou no arame  provocará o disparo do alarme.

Com o tempo, após vários disparos falsos, o sistema acaba caindo em descrédito para o pessoal da segurança e nesse momento podemos dizer que ele deixa de ser eficiente.

 

Sensor Infravermelho Ativo (IVA) ou Barreiras IVA – Sem dúvida alguma, foi uma grande evolução dos sistemas de proteção perimetral, só que nos anos 90.

Brincadeiras à parte, os sistemas de proteção perimetral com barreiras IVA são muito utilizados ainda hoje, eles são mais eficientes que a cerca elétrica, mas devem ser bem projetados. Há instalações onde um par de sensores ficavam a meio metro do solo, então basta o intruso rastejar ou pular o sensor que a intrusão está garantida.

O maior problema desse sistema, é o custo elevado, principalmente com relação a infra estrutura necessária para que possam ser criados vários setores de detecção.

Disparos falsos podem ser freqüentes se o local protegido tiver muita vegetação ou for suscetível a névoa, neblina, nevoeiro, fumaça, etc.

 

Sistema de cabo ultra sônico Trata-se de um cabo elétrico que fica enterrado por todo o perímetro, esse cabo mantém um campo magnético em sua volta e quando algo passa por ele, causa um distúrbio no campo magnético, aí o sistema detecta esse distúrbio e dispara o alarme. Disparos falsos podem ocorrer se animais de médio porte passarem pelo local, além de que o cabo pode ser rompido por raízes de árvores, escavações de pessoas desavisadas, etc.

 

Seja qual for o sistema utilizado, faz-se necessário a complementação do sistema com câmeras para que quando ocorrer um alarme o operador da central de segurança possa avaliar o motivo do disparo e verificar se foi falso ou verdadeiro, e assim tomar alguma atitude, mas para isso será necessário pensar na iluminação do perímetro.



Copyright © 2012 Eurosec.

Todos direitos reservados.

Escudo Eurosec